HISTÓRIA


Os irmãos Nelson e Roberto Seabra se preocuparam com os mínimos detalhes, tornando o Haras Guanabara pioneiro na contratação de funcionários altamente qualificados vindos do exterior, na importação de garanhões, na seleção das éguas-mães e no envio de reprodutoras para a Europa e para a Argentina



Seu proprietário, Roberto Seabra, foi considerado o Marechal da Vitória do Turfe Brasileiro por tudo o que fez em tão pouco tempo e por tantas vitórias internacionais. Com seus cavalos Puros-Sangues Ingleses, o haras ficou internacionalmente conhecido com alguns animais que fizeram história no Grande Prêmio Brasil



Dentre os cavalos criados no haras temos: tricampeões como Dulce (melhor égua da década de 50), Emerald Hill ( melhor égua da década de 70), Embuche (melhor égua da década de 60), Duplex (vencedor de 4 grandes prêmios internacionais) e dois invictos como Emerson e Escorial (lenda como um dos três campeões do maior tira-teima da história no Grande Prêmio São Paulo)